segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

A VERDADEIRA VITÓRIA DA NAÇÕES

A VERDADEIRA VITÓRIA DA NAÇÕES


Para muitos, este carnaval sem concurso não teve o mesmo brilhantismo que os anteriores. A competição é sim um grande incentivador, mas nossa função é levar ao conhecimento do povo um pouco da nossa cultura, arte e folclore popular.

É uma batalha cotidiana que envolve centenas de pessoas e meses de dedicação e compromisso com as nossas raízes. Quem nos acompanha presencialmente ou pelas redes sociais sabe o quanto é árdua a nossa luta nos últimos anos para manter viva as nossas tradições carnavalescas, inclusive pelas dificuldades que nossa agremiação foi acometida por erros do passado.

Mas aqui estamos mais uma vez! Superando desafios, enfrentando as dificuldades e mostrando que somos capazes de nos regenerar mesmo diante de tantas dores recentes. É isso que nos faz fortes e mantém de pé as nossas tradições.

Há muito por fazer, mas quem desacreditou que chegaríamos até aqui pode aguardar que vem surpresas por ai. A nossa escola provou mais uma vez que está unida e firme no propósito.

Podemos até não ter alcançado os títulos disputados, mas a nossa maior vitória é conquistada todos os dias. Em cada abraço, em cada aperto de mão, em cada reencontro, em cada carnaval que colocamos na rua.

A Nações entrou para desfilar em um carnaval sem concurso porque já é formada por uma legião de vencedores. Pessoas simples que vencem as dificuldades cotidianas para chegar a um ensaio, vencem um dia inteiro de trabalho para a noite ajudar no barracão, vencem o cansaço de uma madrugada acordada para empunhar um surdo, vencem os preconceitos para levar adiante a voz do povo.

Somos todos vencedores a cada manhã que acordamos para mais um dia de vida e vestimos a camisa da nossa Sangue Azul sem se importar com aquilo que vão dizer, somos vencedores por saber que nada nessa vida acontece por acaso, somos vencedores pois sabemos nos reinventar a cada empurrão que a vida nos dá.

Essa comunidade que nos orgulha é formada por vencedores e vencedoras, cientes de seu papel na sociedade e comprometidas com a nossa agremiação.

Obrigado a você vencedor e vencedora. Você é nossa maior vitória, pois faz a Nações ficar a cada dia mais unida!

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

SAMBA ENREDO NAÇÕES 2016

Cante com a Nações o samba
que vai embalar o Carnaval 2016
Homenagem à João Madeira remonta as raízes do carnaval cubatense



Compositores: Jájá, Gordo, Fernandinho e Lello Garoto

Minha Nações é mais unida. Vem cantar a sua história
Seu passado, seu presente. Sua honra é nossa glória
Grande mestre baluarte. Sambista de primeira
Valeu João Madeira!

João carioca da gema
Conduz o tema da Nações
O samba em forma de agradecimento
Te eterniza em nossos corações
Pioneiro, operário do samba
Fez a Vila Parisi sambar
De vermelho, amarelo e branco
Na nove de abril foi desfilar

No acorde da viola, cantou...
Noites e bares da cidade, festejou...
É sangue azul, sua paixão verdadeira
Mas seu DNA é de Mangueira.

Ao te ver passar, chega arrepiar
Acelera o coração
És o motivo maior, orgulho da nossa canção
Hoje quero cantar, quero sorrir
Ao ver o povo te aplaudir aos 4 canto da cidade
Se uma lágrima rolar do seu olhar
Com certeza será, um choro de felicidade...

Eu vou pro Maracangaia, eu vou...
Eu vou pro Maracangaia, eu vou.
Eu vou pro Maracangaia. Eu vou pro Maracangaia.
Eu vou pro Maracangaia, eu vou.


segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

NAÇÕES PROMOVE HOMENAGEM PARA JOÃO MADEIRA

Nações vai promover grande 
homenagem para João Madeira
A homenagem ajuda a remontar o início dos desfiles carnavalescos em Cubatão


No próximo sábado, dia 6 de fevereiro, quando a Nações pisar na avenida será um momento especial, não apenas por representar a chegada de um novo momento na história da nossa agremiação, acima de tudo pela responsabilidade do nosso tema que será levado para a passarela do samba em 2016.

Ao trazer essa homenagem ao ilustre Embaixador do Samba, João Madeira, a agremiação remonta os primórdios dos desfiles carnavalescos na cidade e faz uma homenagem as todas as escolas co-irmãs que ao longo destes anos ajudaram a construir esse grande momento da cidade.

Ainda em meio à poluição das industrias e o sofrimento das famílias de Vila Parisi, João Madeira ousou ao não se intimidar diante daquela catástrofe social e ambiental e abriu os caminhos para que a cidade hoje possua um dos mais renomados desfiles de escola de samba do país.

Esse é um momento de celebrar  história desse ilustre cidadão, pioneiro e empreendedor, que não poupou esforços para que hoje estivéssemos aqui.

Como diz um treco do enredo: "Rufem os tambores, aqueçam os atabaques, segurem a marcação.... Viaje no imaginário do teatro ambulante da vida, onde sonhos se tornam realidade na vida da gente sofrida, que mesmo descalça e de barriga vazia não perdeu sua alegria, pois sabe a sua hora e como fazer acontecer. Queimem os fogos na avenida, rasguem a fantasia, deixem o suor escorrer... Têm sangue na veia e é de sambista, no asfalto ou no barro do terreiro. João Madeira, mais um brasileiro, mas antes de tudo, sambista, sim senhor! Tem passo marcado, verso cantado, poeira que sobe... Longa estrada, caminhos tortuosos, mas tem fé no coração do homem. Seu Madeira é exemplo, nem mesmo o tempo pode apagar essa história... Se um dia teve choro de dor, hoje vamos celebrar a alegria e a glória!"

Desta forma, a Nações espera contribuir com o resgate da cultural da nossa cidade, com o intuito de mostrar que é a partir de atitudes simples é possível realizar grandes feitos. Vamos para a passarela do samba cantar em homenagem ao samba da nossa cidade, venha conosco.


quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

NOTA PÚBLICA - SOBRE O CARNAVAL 2016


NOTA PÚBLICA
SOBRE O CARNAVAL 2016



A Escola de Samba Nações Unidas vem a público trazer luz aos fatos referentes ao Carnaval 2016. Tal manifestação se faz necessária em virtude do curto prazo para a realização das atividades e das dificuldades operacionais que foram acarretadas pelo atraso nas decisões do município acerca da realização do desfile.

Desde julho deste ano, nossa agremiação tratou de iniciar os preparativos para o desfile. No dia 08 de agosto realizamos o lançamento do enredo; e no dia 07 de novembro escolhemos o samba para representar o tema Aláfià - A Saga dos Heróis dos Dois Mundos - Negra Bravura, Negra Vitória, Negra Alvorada.

Durante todo esse período a incerteza sobre os desdobramentos da realização do Carnaval 2016 e a necessidade de otimizar recursos, diante de um tema que requer um trabalho aprimorado de preparação, optamos pela paralisação de todo nosso trabalho de produção artística.

No entanto, na ultima sexta feira (01/12), a Câmara de Vereadores de Cubatão autorizou a realização das atividades carnavalescas, sem o caráter competitivo. Porém, diante dos atrasos, o prazo para retomada e conclusão do trabalho serão insuficientes para que possamos apresentar um espetáculo à altura do povo da nossa cidade.

Sendo assim, diante dos fatos acima citados e para que não apresentemos um espetáculo deficiente do ponto de vista artístico diante da importância do tema e dos cuidados que ele nos exige na sua constituição, nossa Diretoria decidiu, de comum acordo, alterar o tema do enredo e aproveitar esta oportunidade para realizar uma justa homenagem a uma figura de extrema importância para o carnaval cubatense: Seu Madeira.

Com o enredo “Madeira de Lei é João”, pretendemos trazer ao publico um pouco mais de conhecimento sobre as raízes do nosso carnaval na perspectiva do desfile das escolas de samba através do pioneirismo desse grande e humilde cidadão.
A Nações toma essa decisão, a qual decide dividir com nossa comunidade, simpatizantes, imprensa e público em geral, ressaltando que não haverá prejudicialidade nos preparativos já realizados até o momento para o enredo anterior. Nossa Comissão de Carnaval já está tomando as devidas providências para armazenar os materiais que voltarão a ser utilizados no carnaval seguinte.

Desta forma, reafirmamos o nosso compromisso com o carnaval cubatense, valorizando nossa história e buscando proporcionar um grande espetáculo ao povo da nossa cidade. Não apenas com a beleza estética, mas levando ao público temas que dialoguem com assuntos relevantes da nossa sociedade e homenageando pessoas importantes para nossa história.

Saudações Azul e Branco

A Diretoria

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

COMEÇOU O CARNAVAL 2016

Nações inicia os trabalhos para 2016.
Evento ocorreu no ultimo dia 8 de agosto e contou com a participação de toda comunidade.

Em clima de festa a Nações Unidas deu o pontapé inicial para o carnaval 2016. De autoria de Michael Hermann, o enredo: "ALÁFIÀ - A saga dos heróis dos dois mundos. Negra bravura, Negra vitória, Negra alvorada." O evento contou com a participação de toda comunidade azul e branco, além de diversas agremiações convidadas.

O carnavalesco afirmou que o objetivo é realizar um desfile alegre e ousado, exaltando a formação da brasilidade e toda negritude que através de seu trabalho deu vida e destaque ao nosso país.

"A formação da nossa cultura é fruto de muita dor e sofrimento, mas nem mesmo a exploração do homem pelo homem fez que aqueles escravos para cá trazidos perdessem o vinculo com suas origens. Sofreram, lutaram e venceram! Hoje a nossa cultura artística, religiosa, esportiva, culinária, entre outras não teria fundamento sem a influencia dos negros. O Brasil é negro!" exclamou Michael.

Durante as atividades, foi realizada a solenidade de posse do novo presidente Thiago Oliveira, que ressaltou o novo momento que passa a escola. Segundo ele a Nações vive uma intensa transformação, mas sem jamais esquecer suas raízes. "Estamos em um processo de recuperação da nossa história, dos nossos personagens, das nossas lutas. Isso ajudado a realizar um intenso processo de reflexão acerca das grandes contribuições que anônimos deixaram na nossa história. Esse novo momento tem por objetivo unir a juventude e a experiencia na busca de novos resultados." ressaltou.

Para acessar o conteúdo do enredo, basta visualizar o quadro abaixo. Se preferir faça o download clicando aqui.